quinta-feira, 10 de Junho de 2010

As Mónicas: atenção a elas.



















Este é o antigo Convento/Prisão das Mónicas.

Neste momento existe um pedido de Informação Prévia (Proc. Nº 1198/EDI/2008) para alteração de uso para condomínio e serviços, apresentado à CML em nome da empresa pública Estamo e aprovado em reunião de executivo de 14 de Abril deste ano, com os votos a favor apenas dos eleitos do PS, tendo havido abstenções dos do PSD, Independentes e PCP.

Trata-se de uma aprovação com condicionantes (remetidas para sede de posterior licenciamento), é certo, mas também a dos Inglesinhos foi ao seu tempo, e agora vê-se o que ali nasceu.

As minhas preocupações são:

1. O imenso logradouro que irá ser previsivelmente ocupado por um punhado de caves para estacionamento automóvel (72), a menos que haja um mágico que as consiga construir sem beliscar árvores e respectivas raízes.

2. O património ainda existente, designadamente o antigo claustro, a antiga igreja (púlpito em madeira e lavabo em cantaria) e a antiga portaria (azulejos), propriamente dito.

3. A vista que se avista desde São Vicente de Fora, que mudará radicalmente por força da resma de volumes acoplados, com desenho "contemporâneo", que serão construídos em cima dos corpos existenes do convento.

4. A previsível valia arqueológica do lote, e já se sabe como os vestígios arqueológicos costumam ser tratados pelos promotores / construtores civis, mais a mais grandes imobiliárias.

5. O muro ao longo da Travessa das Mónicas, em como o cunhal com a Rua de São Vicente, cuja altura pretendem reduzir, e que são característicos do convento.

A ver com atenção...

Paulo Ferrero (in «O Carmo e a Trindade»).

Sem comentários: