sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

O Paraíso é um jardim.

.
Há 7 anos este jardim, nascido entre a Estrada de Benfica e a Rua Lucília Simões, era um logradouro "cheio de lixo e droga" igual a tantos outros que constituem a incontornável paisagem das traseiras de muitos prédios. Foi nessa altura que começou a ser limpo pelos moradores, ou melhor pelas moradoras, ou melhor ainda por iniciativa de uma das moradoras, a Dona Raquel, a que se juntaram outras, constituindo uma pequena equipa de jardinagem composta por sete mulheres.
.
.
Dona Raquel e demais jardineiras fizeram um jardim ao seu gosto. Chamam-lhe jardim das Marias. Dona Raquel é a autora deste lago. Dona Lucília concebeu outro. Desde o julgamento de Páris que não se colocava a um homem um dilema tão embaraçoso: qual o mais belo: o lago de dona Raquel ou o lago de dona Lucília?
.



.
O exemplo da Dona Raquel tem dado bons resultados e a prova disso é que o jardim infantil das vizinhanças pintou flores e insectos nas paredes e no outro lado da rua, outras vizinhas, estão a fazer outro jardim.
.





.
Raquel, Ana, Adelaide, Manuela, Elvira e as duas Filipas praticam uma eco-jardinagem pouco teórica mas muito bem sucedida: reciclam tubos velhos, restos de ferro das obras e instalam casas para passarinhos.
.



.
Durante três anos, dona Raquel regou o jardim a expensas suas, o que calcula lhe terá custado 15 a 18 contos por mês. Só nos últimos 4 anos é que tiveram apoio da Junta de Freguesia de Benfica. Apoio para o custo da rega, entenda-se, porque no que toca a semear, transplantar, podar, apanhar ervas, as sete vizinhas de Benfica apenas contam com os seus braços. Até a brita foi comprada (e colocada, claro) pela Dona Raquel.
.

.
Podem os arquitectos paisagistas rir-se dos lagos com peixinhos, das pedrinhas a ladear os caminhos e das estatuetas mas a verdade é que elas não se limitaram a fazer isto tudo sozinhas e a pagá-lo. Criaram um espaço onde nos sentimos bem e, o que não é menos importante, este é verdadeiramente um jardim das pessoas.
.








.
Aqui há recantos, socalcos e pedrinhas. Até um gato tem espaço para rebolar. Perguntem ao gato se ele prefere este jardim ou aqueles espaços alegadamente verdes com duas oliveiras e três paus de bambu. Mais uma observação: a areia custou 210 euros
Só nos últimos 4 anos é que tiveram apoio da Junta de Freguesia de Benfica. Apoio para o custo da rega, entenda-se, porque no que toca a semear, transplantar, podar, apanhar ervas, as seis vizinhas de Benfica apenas contam com os seus braços. Até a brita foi comprada (e colocada, claro) pela Dona Raquel.
.



.
Se as criadoras deste jardim fossem arquitectas paisagistas erradicavam dali o estendal da roupa ou então rendiam-se à evidência e diziam que tinham criado uma sinergia inter-comunicacional entre a textura dos tecidos e as linhas orgânicas das folhas. Como as autoras deste jardim são pessoas sensatas adaptam-se às circunstâncias como sempre fizeram os bons jardineiros. O parvo que rabiscou ali o graffiti é que bem podia trocar as latinhas de tinta pelo ancinho.
.



.
É Natal no jardim das Marias. E eis que aqui está a nossa heroína: dona Raquel, ela mesma, procedendo à instalação das decorações de Natal no jardim.
.







.
Estas iluminações foram oferecidas pela dona Raquel à cidade. Felizmente que a dona Raquel, ao contrário das empresas que patrocinaram as iluminações na Baixa lisboeta e no Cristo-Rei, não exige como contrapartida o seu nome inscrito em bolas ou nas asas dos anjinhos. Quem quiser ir a Benfica pode apreciar as demais iluminações entretanto colocadas pelas outras jardineiras. Sem patrocínios nem logótipos. Só delas.
.

8 comentários:

odete pinto disse...

Sem as conhecer, endereço-lhes a minha admiração, parabéns e um grande bem-haja!
Vou por lá passar em breve, sem dúvida.

Já tinha reparado há muito tempo nas belas pinturas exteriores do infantário, mas desconhecia a existência destes espaços ajardinados - só me recordo de ver terra, ervas e lixo.

Como sabe bem ler notícias destas!

Alexa disse...

Muitos parabéns por ter "descoberto" este jardim comunitário aqui tão perto de mim! :)

Os gatos são dois (http://parolesimages.blogspot.com/2008/01/jardim-comunitrio.html).

Paulo disse...

Ora aqui está um pedaço de Lisboa desconhecido... que finalmente eu conheço. Mesmo o simples acto de cruzar este jardim para ir da Estrada de Benfica à Rua Paz dos Reis é algo do outro mundo. Durante quase 1 minuto parece que deixamos Lisboa. O ambiente envolvente, o ruído inexistente... dá prazer passar por este recanto.

Maria Lua disse...

Uma excelente notícia!
Façamos votos que mais jardins como este surjam por todo o lado!
Obrigado pela partilha e Boas Festas.
:-)

TONINHO disse...

Esta é a prova de que se se quiser, é possivel fazer algo para melhorar o pequeno grande mundo onde todos vivemos.
Tomar as redeas na mão e construir positividade...

PARABENS!!!

www.luanfico-music.blogspot.com

Raquel disse...

Parabéns a estas senhoras, e porque não incentivar a colaboração dos moradores para serem alindados os espaços livres na cidade? talvez assim fosse possível dar um ar mais humano a esta cidade

David disse...

Viva,

Seria possivel dar-me o contacto da D. Raquel? Estou interessado em realizar um trabalho acerca deste caso.

obrigado

Alexa disse...

David: contacte-me para palavraseimagens@gmail.com, que envio-lhe o contacto de uma das outras senhoras que cuida deste jardim (e, talvez, assim, consiga chegar à Dª. Raquel).
Abraço