quinta-feira, 3 de março de 2011

Uma opinião controversa, mas respeitável. Opinem os leitores!



















Para quem estiver na cidade de Lisboa e passar na Av. Fontes Pereira de Melo, vai encontrar 3 edifícios emparedados, mas com desenhos surpreendentes sobre os suportes das fachadas e alçados laterais.

Desenhos que expressam algumas emoções, através dos elementos que compõem as várias obras ali gravadas, associado a um ideal de belo, conseguem absorver a nossa atenção, ficando para segundo plano o facto dos edifícios estarem devolutos.

Esta arte urbana é um produto da evolução da humanidade que expressa as suas experiencias e emoções criando este tipo de diálogo intencional, conseguindo interferir na Cidade, especialmente se considerarmos a paisagem urbana de Lisboa, abandonada, este tipo de arte, na minha opinião deixa a cidade menos tristes e monótona.

João Carlos Antunes






3 comentários:

ASB disse...

o desejável era que os edificios em questão fossem espaços úteis e utilizados. não sendo, esta opção poderá ser extensivel a outros no memso estado.
eu sou adepta de demonstrações artisticas de rua. sou talvez ingénua, mas acredito que é uma forma de sensibilização e de possível criação de públicos. a arte é como as cerejas.
alguns dos trabalhos realizados são admiráveis e apresentam-nos novas perpectivas sobre a cidade, que no quotidiano diário já não olhamos com a devida atenção.
do mal, o menos...

Bic Laranja disse...

Ninguém ousa expor esta pouca vergonha pelo que realmente é: decadência urbana promovida despudoradamente pela Câmara Municipal; demissão da responsabilidade municipal de zelar pelo património edificado e pela segurança dos habitantes e transeuntes; atentado ao bom gosto e ofensa à inteligência dos munícipes macaqueando a Arte; promoção de artistas duvidosos (alguns contratados no estrangeiro) com meios públicos (gruas, tintas e as mais caras "telas" do mundo considerando o preço do m2 dos terrenos).
Que foi que deu nas pessoas?

Cumpts.

Xico205 disse...

Concordo com a ASB