quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Gabinete de António Costa no Intendente. Afinal quanto custa?






Em Setembro de 2010 o actual presidente da Câmara anunciou que ia colocar o seu gabinete na zona do Intendente como forma de chamar a atenção para esta zona da cidade e para todo o eixo da Almirante Reis. O objectivo é louvável. Mas os meios são no mínimo estranhos. A autarquia é proprietária de vários imóveis na zona e foi logo fazer obras e alugar o espaço a um privado!?
Afinal quanto é que esta operação de marketing irá custará a uma Câmara que parece não ter dinheiro para arrancar com o já aprovado QREN da Mouraria?
Digam aos lisboetas o custo das obras e a renda a pagar pelo aluguer do espaço, por mês e também por todo o período até 2013!
As fotos são de um edifício em recuperação na Travessa Cidadão João Gonçalves. Segundo a Imprensa António Costa irá para o n.º 27 do Largo do Intendente. Em breve teremos fotos fresquinhas.

3 comentários:

Bic Laranja disse...

Privado é o contribuinte. O prédio arrendado é particular. Diz-se PAR-TI-CU-LAR!
Sus com o ingrazéu! Sus!

Vasco disse...

Provàvelmente a solução para
"derreter"asgorduras do estado e em simultânio reabilitar zonas históricas da cidade passa por decisōes corajosas e eventualmente menos cómodas dos governantes que desta maneira däo o exemplo.Quanto custará ao Estado manter em funcionamento pleno o edificio actual?será possivel contabilizar o beneficio da segurança,frequência e bem estar dos cidadãos da Mouraria?particularmente em zona que vai recebendo por arrasto a visita de turistas de que tanto precisamos.É tão fácil deitar abaixo...

MIAUNANDINHA disse...

Para os que discordam da sua chamada de atenção ,convido-os a terem pedidos de aprovação de obras nos serviços da CML,ou simplesmente darem uma vista de olhos ao desperdício do edifício do Campo Grande ,onde tantos funcionários se passeiam de papelinho na mão !!
Teria muito mais para vos falar ,sobre a C.M.L.